Entidades reativarão a bancada do Norte de Minas

As principais entidades de classes do Norte de Minas se reúnem hoje, a partir das 18 horas, no auditório da Sociedade Rural, para discutirem a reativação da Bancada Parlamentar do Norte de Minas, a princípio formado por oito deputados. Criada em 2007, por iniciativa do jornalista Edmilson Guimarães, a bancada teve a deputada Ana Maria Rezende como líder, mas acabou se desintegrando nos últimos oito anos, sem produzir qualquer reunião para debater os assuntos da região. As entidades promoverão no dia 18 de fevereiro uma reunião com os oito deputados estaduais e federais do Norte de Minas.

A proposta é de a bancada voltar a funcionar e com uma nova metodologia: realizar na primeira segunda-feira de cada mês uma reunião em Montes Claros de todos os deputados com as entidades de classes. A União das Entidades de Classes e o Comitê de Valorização Eleitoral do Norte de Minas estão puxando esse movimento, que reúne a ACI, Adenor, AMAMS, AVAMS, Câmara Municipal, CDL, CODEMC, Fiemg, Fundetec, Lions, OAB, Maçonaria, Prefeitura de Montes Claros, Sociedade Rural e Sindicato do Comércio Varejista.

No final de janeiro as entidades de classes do Norte de Minas realizaram duas reuniões: uma com o diretor geral do Instituto de Desenvolvimento do Norte e Nordeste de Minas (Idene) e depois com um Grupo de Trabalho que elaborou as prioridades da região. Esse documento será aprimorado hoje, às 18 horas, para ser entregue aos deputados do Norte de Minas, visando estabelecer um pacto de unirem as forças em torno dessas propostas. As entidades ficarão responsáveis por acompanhar a atuação dos deputados, promover a união deles em torno das grandes causas regionais. (GA)