Estado anuncia brigadistas em Montes Claros e Januária

O Estado anunciou a realização de curso de formação de Brigadistas nas escolas estaduais do Norte de Minas, com o objetivo de implantar sistema de prevenção a incêndios. Por isso, o curso será realizado nas cidades de Januária e Montes Claros para atender à demanda regional. O anúncio é do presidente do Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais, conselheiro Cláudio Terrão, que, na primeira sessão do Tribunal Pleno do ano, confirmou ter recebido um ofício contendo informações sobre as providências tomadas pelo Estado, nas unidades escolares listadas no Levantamento de Infraestrutura das Escolas de Ensino Fundamental, Municipais e Estaduais, realizado pela equipe técnica do TCEMG no decorrer do exercício de 2017.

Os cursos serão ofertados para os professores e servidores das escolas estaduais João Bernardino de Souza, de Novorizonte; escola Maria Matos da Silva, de Verdelandi e escola Sebastião Vieira Dias, em Olhos D’água. O Relatório publicado em setembro de 2018, apontava algumas situações graves, tais como o abastecimento de água por meio da rede pública em apenas 53% das instituições visitadas, a existência de fios expostos em 24% das salas de aula e, até mesmo, a ausência de equipamentos de prevenção e combate a incêndio em 75% das escolas. O Ofício assinado pelo então Secretário de Estado Adjunto de Educação, Wieland Silberschneider, relatou as medidas já adotadas pelo Estado para corrigir as falhas apontadas e atender às determinações do Tribunal de Contas.

O conselheiro Cláudio Terrão disse que, “o secretário informou que já foram adquiridos extintores de incêndio, fitas antiderrapantes, placas de emergência e sinalização para as 149 unidades escolares constantes no relatório elaborado pelo Tribunal. Em um segundo momento, as demais escolas estaduais serão contempladas com esses equipamentos. Além disso, o secretário relatou que estão em andamento as tratativas com o Corpo de Bombeiros para a formação de 484 novos brigadistas de incêndio para atuarem no âmbito das escolas estaduais. Segundo o secretário, as demais escolas não visitadas pelo TCEMG também serão contempladas com o curso de formação de brigadistas, no ano de 2019.

Especificamente, quanto ao abastecimento de água por meio de cacimbas, cisternas, rios e lagos, foi informado que a Agência Reguladora de Serviços de Abastecimento de Água e Esgoto (ARSAE) e a própria Secretaria de Estado de Educação auxiliarão os municípios no que for necessário, de forma complementar. Quanto à acessibilidade das escolas estaduais, foi relatado que estão em andamento 170 obras, distribuídas em 113 escolas, com vistas a adequá-las às necessidades das pessoas com deficiência. No que diz respeito à existência de bibliotecas, laboratórios e quadras de esporte, o secretário informou que se encontram em execução 23 obras de ampliação de bibliotecas, 28 de aperfeiçoamento do laboratório de informática e 29 de ampliação do laboratório de ciências”. (GA)