Hospital de Januária em fase final para vistoria do Ministério Público

Equipamentos novos para atender melhor a população
Foto: RICARDO SOARES

O Hospital Municipal de Januária (HMJ) entra na fase decisiva, antes da visita do Ministério Público Estadual, para verificação do cumprimento dos pontos contidos no Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), celebrado com o Município. O diretor Administrativo do Hospital, Jaílton Xavier, vem repassando, com a equipe de trabalho, todos os termos apontados no TAC, com o objetivo de poder cumprir o que foi acordado e com isso o hospital receber da vigilância sanitária o Alvará Sanitário de Funcionamento.

A saúde de Januária vem passando por um processo de profunda reformulação, principalmente no hospital da cidade que tinha deficit de diversos equipamentos para o atendimento de urgência e emergência; estrutura física deficitária; falta de estoque mínimo no almoxarifado; processos e fluxos de trabalho até então em construção e as comissões técnicas paradas sem funcionar, fatores que levaram a assinatura do TAC.

No dia 20 de agosto a Visa fez uma visita surpresa no HMJ e constatou grande avanço nas demandas apontadas na vistoria anterior, porém não se posicionou até o momento sobre a aprovação para emitir o Alvará. Segundo apurou a reportagem, a Visa está aguardando a visita dos promotores públicos que, a priori, estava marcada para dia 29 de agosto, e por questão de imprevisto, o MP ficou de reagendar uma nova dada. A falta desses equipamentos e a falta de um estoque mínimo no almoxarifado estavam entre os pontos críticos apontados pela Visa, nesta última visita para serem solucionados. O destaque desta visita foram as contribuições e avanços da enfermagem, com destaque para cumprimento de todas as demandas postas para a categoria.

Segundo o Diretor Administrativo, Jaílton Xavier, tem sido prazeroso desenvolver este trabalho de melhoria na instituição, confiante de que haverá o reconhecimento da Visa pelos méritos dos avanços e pelas melhorias realizadas, mas principalmente pelo envolvimento da equipe do hospital, Jaílton se diz muito confiante. O diretor disse ainda que a satisfação maior não está apenas em se conseguir o Alvará, pois isso é uma consequência do trabalho bem-feito, mas, sobretudo em poder adquirir novos equipamentos, melhorar a estrutura e mobilizar a equipe para que a população que necessita do serviço hospitalar tenha um atendimento humanizado e de qualidade.