Estado garante resultados do coronavírus em 72 horas

 

A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) informou ontem de manhã que demora de 48 a 72 horas para dar o resultado dos casos de Covid 19 e por isso, não concorda com a argumentação da Secretaria Municipal de Saúde de Montes Claros de que está demorando para saber se deu negativo ou positivo. A resposta aos questionamentos do GAZETA foi de que  a Fundação Ezequiel Dias (Funed) deu início à realização do exame para identificação do Covid-19 das amostras suspeitas em Minas Gerais, no dia 12 de março e recebe amostras biológicas de todos os municípios do Estado, das unidades de atendimento de saúde, sejam elas públicas ou privadas.

Informa ainda que até o dia 23 de março, mais de 2.300 amostras deram entrada na Funed. Dessas, aproximadamente 2 mil estão em análise ou já foram processadas e as demais estão em processo de triagem. A SES-MG informa, ainda, que a variação no tempo de liberação de resultados, segundo demanda recebida. As amostras, exames e resultados estão sendo recebidos, conferidos, processados e tendo os resultados liberados no sistema entre 48 e 72h a partir da entrada das amostras na Funed.

Depois, o Estado informou que mediante o cenário de emergência em saúde pública causado pela disseminação do novo coronavírus em Minas Gerais e no país, o Instituto Octávio Magalhães, da Fundação Ezequiel Dias, publicou a nota técnica estabelecendo pré-requisitos mínimos necessários aos laboratórios da rede pública e privada que tenham interesse em ser integrantes da Redelab para a realização de análises laboratoriais para diagnóstico da Covid-19. O IOM justifica que “há a necessidade de descentralização da realização de diagnóstico laboratorial, por meio do trabalho em rede, por tempo determinado, e em conformidade técnica, assegurando a qualidade das análises realizadas por laboratórios da rede pública e privada”.

O laboratório interessado em compor a Redelab Covid-19 deverá preencher a solicitação pelo site da Funed: www.funed.mg.gov.br. O laboratório receberá um checlist, que deverá ser preenchido por autoinspeção e enviado para análise e parecer. O laboratório deverá encaminhar, juntamente com o checklist, cópia do alvará sanitário vigente e contrato com empresa de tratamento e disposição final dos resíduos sólidos de saúde, incluindo a licença ambiental da prestadora do serviço. Para inscrição, o laboratório deverá realizar análises de caráter clínico/científico em amostras biológicas humanas, classificado com nível de segurança biológica NB2. Caso aprovado para inserção na Redelab Covid-19, o laboratório estará sob supervisão técnica da Funed. (GA)