Norte de Minas se destaca em ações de prevenção e promoção da saúde

Com 149 realizações em 24 municípios a Superintendência Regional de Saúde de Montes Claros ficou entre as seis regiões do Estado que mais contabilizaram ações de mobilização social promovidas em agosto envolvendo prevenção e promoção à saúde. As iniciativas foram conduzidas pelas secretarias municipais de saúde em parceria com outras instituições, tanto do segmento público como ligadas à iniciativa privada. O relatório da Secretaria de Estado da Saúde aponta que, em agosto, foram realizadas 2.421 ações de mobilização social em Minas Gerais. O repasse de orientações à população para enfrentamento ao novo coronavírus somaram 1.191 ações, vindo a seguir o controle das arboviroses (dengue, febre Chikungnya e Zika vírus) com 232 ações; promoção à saúde (183); Rede Cegonha com repasse de orientações às gestantes (176); mobilização da população com idade entre 20 a 49 anos para vacinação contra o sarampo (178) e combate ao tabagismo (70 ações).

Entre os 54 municípios que integram a área de atuação da Superintendência Regional de Saúde de Montes Claros os que relataram a realização de ações de mobilização foram: Botumirim; Catuti; Engenheiro Navarro; Francisco Dumont; Francisco Sá; Gameleiras; Guaraciama; Grão Mogol; Jaíba; Janaúba; Juramento; Matias Cardoso; Mirabela; Montes Claros; Monte Azul; Montezuma; Nova Porteirinha; Padre Carvalho; Porteirinha; Rio Pardo de Minas; Salinas; Santa Cruz de Salinas; Taiobeiras e Verdelândia.

A coordenadora de Vigilância Epidemiológica da Superintendência Regional de Saúde de Montes Claros, Agna Soares da Silva Menezes destaca que, “mesmo diante da pandemia da Covid-19, por meio da utilização de técnicas alternativas de comunicação via telefone, faixas e mídias sociais, a manutenção das ações de mobilização por parte dos municípios possibilita aos profissionais de saúde reforçar perante a população a importância da adoção de medidas de prevenção e de promoção da saúde, por meio da adoção de práticas simples que estão ao alcance de todos, entre elas: higiene adequada; realização de consultas e exames médicos de forma regular; manutenção de alimentação saudável; a prática de atividades físicas; controle da hipertensão; cuidados com a saúde bucal e a eliminação do tabagismo”. 

as ações

Assim como nas demais regiões do Estado, as iniciativas implementadas pelas secretarias municipais de saúde do Norte de Minas tiveram como destaque ações referentes à prevenção e contenção da disseminação da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. Vários municípios estão mantendo as barreiras sanitárias para o repasse de orientações à população que transita nas estradas.

Em Verdelândia profissionais da Secretaria Municipal de Saúde realizaram visitas em estabelecimentos comerciais e em comunidades rurais para o repasse de informações sobre a prevenção ao novo coronavírus a comerciantes e produtores rurais.

Também em Verdelândia a Secretaria Municipal de Saúde realizou entre 29 de julho a 21 de agosto o “Plantão Psicológico” com a participação do psicólogo, João Vítor Barbosa. Teve como objetivo dar suporte a profissionais de saúde que estão trabalhando na linha de frente no atendimento de pacientes acometidos ou com suspeita de terem contraído a Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

Por outro lado, a Secretaria Municipal de Saúde de Juramento realizou testes para detecção do novo coronavírus em profissionais que trabalham em unidades de saúde das zonas urbana e rural.

 

AGOSTO LILÁS

 

O mês de conscientização da população quanto à importância da prevenção e combate à violência doméstica foi um dos destaques das ações de mobilização social implementadas pelos municípios de Guaraciama e Taiobeiras com a realização de blitz em parceria com a Polícia Militar e distribuição de materiais informativos nas unidades básicas de saúde.

Já entre as ações implementadas em alusão ao Agosto Dourado, os municípios de Janaúba e Monte Azul se destacaram com a realização de mobilizações visando conscientizar as mães e gestantes sobre a importância do aleitamento para o desenvolvimento saudável de recém-nascidos e crianças. As abordagens foram centralizadas nas unidades básicas de saúde e nos centros de especialidades médicas.