Ao confessar furto, mãe diz à polícia que 'pegou relógio porque filha queria e ela não podia pagar'

Relógios apreendidos pela Polícia Militar

Uma mulher de 47 anos foi presa com relógios furtados de uma loja no centro de Taiobeiras na quarta-feira (5). Segundo a Polícia Militar, ao ser questionada, disse que cometeu o crime porque uma das filhas queria o acessório e ela não podia comprar.

“Mãe e filhas chegaram com várias sacolas, a funcionária pediu que deixassem as sacolas em um local, mas elas disseram que não precisava. Elas compraram alguns produtos, como brincos e bolsas, e saíram”, explica a soldado Ana Paula Cardoso Pereira.

Ao perceber o furto dos relógios, que custam R$ 370 cada, a proprietária acionou a PM.

“Por meio das câmeras de segurança, vimos o momento em que ela [mãe] jogou os relógios na sacola que carregava”, fala a soldado.

Os policiais fizeram levantamentos e descobriram o local onde a mulher mora.

“Ao ser questionada, ela confessou o crime sem surpresas e disse que furtou porque a filha queria o relógio e não tinha condições de comprar”, finaliza a soldado.

A mulher foi levada à delegacia e as filhas também foram conduzidas por afirmarem que sabiam do furto.