Após comemorarem roubos nas redes sociais, criminosos que são detidos

Foto: POLÍCIA CIVIL / DIVULGAÇÃO

Três criminosos, dois de 17 anos e um de 18, foram detidos logo depois de roubarem um caminhoneiro na zona rural de Cachoeira do Pajeú (MG). Segundo as informações da Polícia Civil, eles fazem parte de uma quadrilha especializada nesse tipo de crime e que é investigada em pelo menos 40 assaltos. A ocorrência foi divulgada nessa segunda-feira (11).

As investigações identificaram que os integrantes do grupo tinham o hábito de gravar vídeos e fazer fotos para divulgar nas redes sociais. Eles exibem armas, inclusive, comemoram os resultados da ação criminosa. Um dos detidos, de 17 anos, aparece nas imagens e já foi apreendido outras três vezes por ato infracional análogo aos crimes de roubo e saque de carga.

A suspeita é de que o grupo seja composto por pelo menos 15 criminosos, muitos já chegaram a ser presos e foram soltos. Segundo o relato das vítimas, eles usam de ameças e agressões para cometer os roubos. Em um dos casos, abordaram um casal com o filho de 12 anos. Os bandidos ordenaram que a família corresse para o meio de um matagal de madrugada, debaixo de chuva.

Os três foram detidos depois que um caminhoneiro acionou a polícia e informou que foi assaltado na BR-251, enquanto trafegava em baixa velocidade . Ele contou que os bandidos apontaram uma arma e ordenaram que parasse o veículo. Em seguida, roubaram dinheiro e pertences dele e fugiram. O condutor relatou ainda que, logo após o abordarem, os assaltantes fizeram outra vítima, que vinha atrás.

De acordo com a Polícia Civil, os três são moradores do Povoado de Cariri, que fica em Cachoeira do Pajeú (MG), onde foram detidos. Os policiais fizeram a abordagem no momento em que eles estavam se preparando cometer outro assalto na BR-251. Eles tentaram fugir, mas foram contidos. Os envolvidos confessaram que tinham tentado abordar três vítimas, sem sucesso.

A Polícia Civil informou que o dinheiro roubado do caminhoneiro estava com eles. Uma arma, uma touca ninja e uma lanterna também foram apreendidas com eles. A vítima reconheceu os três como sendo os assaltantes.

O maior de idade foi levado o Presídio de Pedra Azul (MG), os menores foram liberadas por conta de falta de lugar para a internação deles.