Bombeiros apresentam associação salvar em Moc

A sede do 7º Batalhão de Montes Claros
Foto: GIRLENO ALENCAR

Os Bombeiros Militares apresentam nessa terça-feira à tarde, em Montes Claros, a Associação Salvar, criada com a participação de bombeiros militares para a promoção humana através de projetos sociais. A associação objetiva apoiar o Corpo de Bombeiros no desempenho de suas atribuições constitucionais, contribuindo com a excelência no atendimento em toda Minas Gerais. A ideia de criar uma Associação surgiu da possibilidade de auxiliar o Corpo de Bombeiros nas ações sociais e na disseminação da cultura de prevenção. A Salvar é uma entidade sem fins lucrativos, construída sob os pilares das leis, da ética, da transparência e do trabalho árduo, cuja diretoria é composta por oficiais e praças do CBMMG não remunerados por ela.

A articulação em Montes Claros está sob a responsabilidade do empresário Paulo Elmo Pinheiro, que é da diretoria da Associação Comercial e Industrial de Montes Claros e um dos envolvidos no Movimento Maçônico, que está discutindo a criação da Base Unificada de Atendimento dos Bombeiros e SAMU, na Avenida Mestra Fininha, onde funcionava o Pelotão da Polícia Militar. A reforma e ampliação do prédio estão orçadas em R$250 mil, que foram conseguidos através de emendas parlamentares dos vereadores de Montes Claros. Depende apenas do prefeito Humberto Souto liberar os recursos municipais.

Os organizadores da Associação ‘Salvar’ explicam que dentre os objetivos principais da entidade destacam-se o de promover e apoiar projetos sociais em benefício à sociedade mineira que repercutam na prevenção a acidentes domésticos, de trânsito, incêndios e afogamentos, bem como disseminar conhecimentos e ações de primeiros socorros e de melhoria da saúde.