Bombeiros pedem liberação de emendas para base unificada

O coronel Fernando Augusto, comandante do 4º Comando Operacional do Norte de Minas, e o major Darlan Moreira, comandante do 7º Batalhão dos Bombeiros Militares, se reuniram com o procurador geral de Montes Claros, Otávio Batista Rocha Machado, para pedirem a liberação das emendas de R$250 mil colocadas no orçamento municipal de 2019 para a reforma e ampliação do prédio da Base Unificada, que será montada na Avenida Mestra Fininha. A iniciativa é do empresário Paulo Elmo Pinheiro, com apoio da Maçonaria. A proposta é de que no dia 25 o prefeito Humberto Souto assine o convênio com o governador Romeu Zema, aproveitando a visita dele à cidade.

No mês de agosto do ano passado, os Bombeiros Militares receberam o prédio onde funcionou o Pelotão da Polícia Militar, na Avenida Mestra Fininha e dentro da área da Escola Normal. A ampliação do prédio para receber um Pelotão dos Bombeiros e ainda as ambulâncias do SAMU ficou orçada em R$250 mil, que foram viabilizadas através de emendas impositivas no orçamento de 2019, através das iniciativas dos vereadores Soter Magno, Claudio Prates, Wilton Dias, Marlon Bicalho e Wanderley Lega. Porém, o prefeito Humberto Souto tem até o dia 31 de dezembro para liberar os recursos ou executar a ampliação.

Na reunião de quinta-feira à tarde, os comandantes dos Bombeiros Militares e o empresário Paulo Elmo pediram ao procurador Otávio Batista Rocha Machado para o prefeito Humberto Souto antecipar a liberação dos recursos, que a principio deveria ser repassado ao Conselho de Segurança Pública. O procurador alertou que o Marco Regulatório impede essa situação e, por isso, além de conversar com o prefeito, ainda discutirá juridicamente como será essa obra.