Brasil participa da 122ª Sessão do Conselho da Organização Marítima Internacional

A delegação brasileira

Com uma delegação composta por representantes da Marinha do Brasil, do Ministério das Relações Exteriores (Representação Permanente do Brasil junto às Organizações Internacionais em Londres – REBRASLON), da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (ANTAQ) e da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Transportes Aquaviários e Aéreos, na Pesca e nos Portos (CONTTMAF) o Brasil tomou parte na 122ª Sessão do Conselho da IMO, realizada na Organização Marítima Internacional, em Londres, no período de 15 a 19 de julho.  

O Conselho é o Órgão Executivo da Organização e a ele compete, perante a Assembleia, a supervisão dos trabalhos da IMO. O Conselho é eleito, a cada dois anos, pelos, atualmente, 174 Estados membros da IMO. O Brasil é membro ininterrupto do Conselho desde 1967 e, desde 1975, ocupa assento na categoria B, destinada aos Estados com maior interesse no comércio marítimo mundial.

Os principais assuntos a serem discutidos são: a  reforma do Conselho, principalmente no que se refere ao seu papel, tamanho e distribuição geográfica dos seus membros; questões relacionadas à administração dos recursos humanos e financeiros da Organização; as relações com a Organização das Nações Unidas, com outras Organizações Especializadas e com Organizações não Governamentais; a eleição para o Prêmio Marítimo Internacional, dedicado à contribuição mais significativa para o alcance dos objetivos da Organização; assuntos relacionados ao Prêmio de Bravura Excepcional no Mar, que reconhece, internacionalmente, aqueles que, correndo o risco de perderem a própria vida, realizam atos de notável coragem na tentativa de salvar a vida no mar ou na tentativa de prevenir ou mitigar os danos ao meio ambiente marinho; e acompanhamento das atividades dos Embaixadores de Boa Vontade da IMO.