PC cria delegacia especializada para combater roubo a bancos

Unidade terá BH como sede e policiais espalhados por todas as regiões de Minas

 

A Polícia Civil realizou, na terça-feira (9), uma reunião com membros da instituição para discutir novas estratégias de combate ao Cangaço Mineiro. No encontro ficou firmada a criação de uma Delegacia Especializada no Combate a Roubos de Bancos e Caixas Eletrônicos, que será concretizada a partir de uma resolução, que deve ser assinada ainda nos próximos dias.

O objetivo é de que este trabalho possa funcionar de forma preventiva, por meio de serviço de inteligência. De acordo com o Chefe-Adjunto da PCMG, Rogério de Melo Franco Assis Araújo, este trabalho terá como foco identificar e neutralizar células criminosas. “Não iremos permitir que Minas Gerais tenha este tipo de cangaço. Teremos um trabalho de inteligência policial que poderá realizar um acompanhamento e, consequentemente, realizar a identificação destes autores com investigações. Queremos e iremos proporcionar mais segurança e paz social para a sociedade”, afirmou.

As ações terão ainda o apoio da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core), grupo de policiais preparados para atuar em operações de alto risco e destinado a apoiar qualquer necessidade da corporação no território mineiro. De acordo com dados oficiais, Minas Gerais teve uma diminuição de 31% destes tipos de crimes comparados os dois últimos anos.

A expectativa é de que a especializada funcione no prédio atual do Departamento de Operações Especiais e comece com o empenho de 20 policiais. Além disso, a equipe que formará o grupo já está sendo construída e terá o apoio de vários policiais em cada departamento da Polícia Civil no Estado. (JM com informações da Assessoria de Comunicação da PC)