PM apreende oito armas de fogo e duas réplicas, no Norte de Minas

Crédito: REPRODUÇÃO/PMMG/ILUSTRATIVAS

Operações realizadas pela Polícia Militar nos últimos quatro dias, em cidades do Norte de Minas, tiveram êxito na apreensão de quatro armas utilizadas na prática de caça, três pistolas, uma polveira, além duas réplicas de arma de fogo. Pelo menos cinco pessoas foram presas e um menor infrator - já conhecido dos meios policiais - foi apreendido nas ocorrências.

Em São João do Pacuí, na noite do último sábado (12), durante Operação Batida Policial no bairro Sumidouro, os policiais visualizaram dois indivíduos em atitudes suspeitas, sendo que um deles carregava uma sacola branca. Os suspeitos avistaram os militares e se esconderam em um terreno baldio, no qual foi dispensada a referida sacola. Os policiais recolheram a sacola e encontraram dentro dela um revólver calibre 22, além de 26 munições, do mesmo calibre, não deflagradas. O revólver e as munições foram apreendidos e entregues à Delegacia de Polícia.

Em Josenópolis, militares receberam denúncia de que uma pessoa estaria de posse de uma arma de fogo. Uma equipe se deslocou até o local da denúncia e logrou êxito na prisão de um indivíduo, o qual portava a arma de fogo. No local também foi apreendida uma motocicleta. O indivíduo foi preso e conduzido à delegacia de polícia, junto com a arma apreendida.

Na cidade de Várzea da Palma, durante operação batida policial, a guarnição abordou suspeitos de prática de caça ilegal. O Tático Móvel da Polícia Militar apreendeu quatro armas de fogo, além de pólvora e espoletas, usadas para caça de animais silvestres. Dois autores foram presos.

Já na reserva indígena Xacriabá foram abordadas diversas pessoas em atitudes suspeitas; elas estavam dentro de um bar, situado na aldeia riacho do brejo. Ao aproximar dos abordados, foram visualizados dois indivíduos, um repassando a arma de fogo para o outro e escondendo-a no canto da parede do bar. Tratava-se de sendo uma pistola calibre 38. Diante do flagrante delito, foi dada voz de prisão em flagrante aos autores.

Em outra ocorrência, no Bairro Nova Pirapora, uma mulher de 35 anos foi abordada por quatro indivíduos, um deles portando uma réplica de arma de fogo. Os infratores tomaram da vítima sua mochila, a quantia de R$ 20,00 e a bicicleta. Uma policial militar, que estava de folga, passava próximo ao local no momento do ocorrido e acompanhou a movimentação de um dos autores do roubo indicando o local de esconderijo do infrator, um adolescente de 16 anos, que estava em um matagal de um terreno baldio, onde também foram encontrados os produtos roubados e a réplica de pistola utilizada no roubo.  O infrator foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil, juntamente com o material apreendido. Os demais autores não foram localizados.

No bairro Delfino, em Montes Claros, ocorrência de crime de ameaça e lesão corporal denunciavam que uma gestante teria sido agredida por outras duas mulheres, e ainda ameaçada com uma suposta arma de fogo. Foram feitas buscas das supostas autoras que moravam na Conferência Cidade Cristo Rei, até que obtiveram êxito na localização das duas suspeitas e na apreensão de uma réplica de pistola, que fora utilizada como arma para intimidar a vítima. A ocorrência foi encerrada junto à Delegacia de Polícia, onde foi entregue a réplica apreendida e as suspeitas do crime foram presas.