Suspeito de matar empresário é preso em Taiobeiras

A Polícia Civil de Minas Gerais (PC) cumpriu mandado de prisão preventiva, no último domingo (2), contra um homem suspeito de envolvimento no crime de latrocínio, ocorrido em 2012, na cidade de Taiobeiras, no Norte do estado. A vítima era um empresário, de 34 anos, proprietário de um supermercado da cidade.

Conforme apontam as investigações, ele foi morto durante uma tentativa frustrada de roubo. O empresário estaria abrindo as portas do estabelecimento, por volta das 6h30, quando foi abordado pelo suspeito. Laudos periciais e indícios levantados durante as investigações apontam que os dois entraram em luta corporal, momento em que o suspeito atirou várias vezes contra a vítima, que não resistiu aos ferimentos.

No momento do crime, não havia outras pessoas no supermercado, nem câmeras de segurança que pudessem auxiliar nas investigações. De acordo com o Delegado Bruno Marocco, o crime era complexo e, no início, chegaram a cogitar a possibilidade de crime encomendado. No entanto, a equipe policial conseguiu comprovar que o empresário tinha sido vítima de latrocínio.

"O inquérito policial enviado à Justiça tem mais de 400 laudas, 30 pessoas prestaram depoimentos, e as informações recentes de uma nova testemunha, cuja identidade segue preservada, ajudou na conclusão do caso" explicou o delegado.