Vítimas de afogamento, pai e filho são enterrados em Montes Claros

José Edmilson Santos Soares e o filho Lucas Samuel Santos Soares

Foram enterrados na tarde dessa quarta-feira (11) em Montes Claros os corpos do sargento da Polícia Militar, José Edmilson Santos Soares, de 46 anos, e do filho dele, Lucas Samuel Soares Aguiar, de 18, que morreram afogados na praia de Barramares, em Ilhéus, na Bahia, na última segunda-feira (9). Os dois passavam férias na companhia de outros familiares.

Segundo a polícia baiana, o sargento, seus dois filhos e uma sobrinha estavam no mar, quando foram puxados para o fundo por uma onda. Outros familiares que estavam na areia conseguiram retirar da água um dos filhos do sargento e a sobrinha. Lucas foi encontrado na sequência já inconsciente. Edmilson teria submergido e a própria maré o teria jogado de volta para a areia, alguns metros longe do local do incidente. Pai e filho chegaram a receber os primeiros socorros, porém faleceram ainda no local.

Em nota, a 11ª Região da PM informou que Edmilson ingressou na corporação em dezembro de 1991 e setembro de 1992 concluiu o Curso de Formação de Soldados, em Montes Claros. O policial foi promovido a cabo em 2004 e a sargento em 2013. Edmilson chegou a trabalhar em Josenópolis, antes de retornar a Montes Claros, onde trabalhava no pelotão de trânsito do 50º Batalhão da PM.

“O 3º Sgt Edmilson, possuidor de diversas recompensas na Corporação devido aos bons serviços prestados no decorrer de sua carreira profissional, dentre elas elogios individuais por ações de destaque, sempre foi reconhecido pelos seus Comandantes como um excelente profissional”, divulgou em nota a 11ª RPM. Ainda segundo a PM, Lucas Samuel cursava o 2º ano do ensino médio no Colégio Tiradentes da PM. (JM)