A esperança que nunca morre

Temos hoje, no mundo, quase 66 milhões de refugiados, pessoas que estão indo, de país em país, em busca de abrigo. Pessoas que perderam sua casa, seu emprego, seu sustento, sua segurança, seu direito à saúde, seus ente queridos. Perder essas coisas é algo corriqueiro nesta vida. Todos os dias, milhões de pessoas no mundo perdem alguma coisa; porém, perder a esperança é muito mais sério. Não é à toa que se diz: “A esperança é a última que morre”.

Muitas vezes passamos por situações para as quais parece não haver mais esperança, contudo o impossível pode acontecer, quando Jesus interfere. A bíblia menciona vários exemplos de pessoas que perderam a esperança, mas, ao encontrar-se com Jesus, tiveram suas desesperanças, completamente, transformadas.

Uma das pessoas que em Jesus encontrou a esperança, é Jairo (Lucas 8:40-42; 49-55), líder religioso, rico, influente... A enfermidade, porém, chegou à sua casa, atingindo sua filha de apenas doze anos. Sua posição religiosa, social e econômica que, do ponto de vista humano, poderia ajudá-lo muito, não pôde manter a morte do lado de fora de sua casa.

A causa parecia perdida. Atordoado e abatido, o mundo desabou sobre a sua cabeça e a esperança foi arrancada do seu coração. Jesus, entretanto, se contrapôs a esses sentimentos e lhe disse: “Crê somente”.

No momento em que os nossos recursos acabam, Jesus nos encoraja a fazer apenas uma coisa: crer somente!

As mazelas da vida nos abalam, mas nenhum acontecimento, por mais catastrófico que seja, pode abalar o nosso Senhor. Podem pôr um fim nos nossos recursos, mas não nos recursos de Jesus. As nossas causas irremediáveis e perdidas têm solução nas mãos do Senhor. Ele é a esperança que nunca morre!

A confiança na presença, na promessa e no poder de Jesus é a única resposta aceitável para a nossa desesperança. Quando as coisas parecem totalmente perdidas, com Jesus ainda há esperança (Lucas 8:52-53).

Hoje ele dá vida aos que estão mortos em seus delitos e pecados. Ele arranca os escravos das mãos de Satanás. Tira-os da cegueira espiritual e os faz enxergar a vida (João 10:10). Ele impede que um ébrio continue a ser dominado pelo “ácido úrico do inferno”; livra os dependentes químicos de “suas viagens loucas”; os criminosos de seus delitos, das celas frias, úmidas e fétidas de uma prisão, e os transforma em cidadãos do céu. Ele transforma o imoral em uma pessoa decente e respeitável. Ilumina os lares sombrios e infelizes, por tantos desentendimentos, em um lugar de paz e harmonia.

Os reveses da vida podem insistir em cobrir o caminho de nossa vida com dificuldades e sofrimentos, mas Jesus é a nossa esperança.

Coloque sua causa aos pés de Jesus. Ele ainda caminha conosco e tem todo o poder, para transformar o cenário de desesperança que insiste em borrar a linda paisagem de nossa vida.

O choro, o lamento e o desespero não serão mais a nossa única alternativa. Mesmo que você ache que não tem jeito, ainda não é o fim. Jesus pode estancar suas lágrimas, aliviar sua dor e transformar o cenário de sua vida.

Jesus se importa com você. Para Ele não tem causa perdida. Ele é a esperança que nunca morre!