Jaraguá aciona Ministério Público pela falta de água

Os moradores da parte alta do bairro Jaraguá, na zona Norte de Minas, também entraram com representação no Procon Estadual, do Ministério Público, para que a Copasa seja obrigada a assegurar a água para consumo humano. O promotor Felipe Gustavo Gonçalves Caires mandou abrir o processo investigatório. No início deste mês, foram os moradores da parte alta do bairro Ibituruna que tomaram a iniciativa inédita em Montes Claros, com o argumento de que ficaram sete dias sem água. Na época, a Copasa anunciou mudanças no critério de distribuição, pois as partes baixas dos bairros armazenavam muita água e deixa a parte alta sem o produto.

Mais detalhes na edição de amanhã do Jornal Gazeta Norte Mineira, versões impressa e online. (Foto: Girleno Alencar)